sábado, 14 de novembro de 2009

não assim

Nem eu estou acreditando que vou postar isso.
Acho que é o anúncio. O anúncio do saber. E o saber é sobre um fim. Disseram num filme que eu vi outro dia a simples frase: 'quando o fim está próximo, pensa-se muito no início'. Faço dessas, minhas. Tem dias que eu acho ser só a velha e boa neura que faz a gente pirar. Aí vem aqueles dias que ele tá um brigadeirinho, me sinto até culpada de pensar em fim. Mas a culpa passa rápido, porque as promessas duram só a noite feliz. E como a distância não ajuda nem um pouco, eu morro de chorar. Vivo indo dormir as 4hrs. Antes fosse na internet, vendo tv ou lendo. É chorando mesmo. E como sempre, a chorona aqui passa por cima de um milhão virgula 45 coisas. Eu sinto muito. De verdade. Eu sinto mesmo. Mas por sentir tanto eu não sei se é possível ter alguma esperança. E se ele ler? Oh! O que eu acho que não seja muito provável, vez que nem tempo para me ligar ele tem.
Pra não dizer que eu não tentei, vou ligar agora.

Um beijo e ouça Take Cover - Mr. Big, vai ajudar.

Um comentário:

Menina disse...

Adorei seu blog por completo. Vou virar visitante assídua!! Beijos!!