terça-feira, 21 de outubro de 2008

my brain doesn't listen

Estou de novas promessas.
Não quero alcançar nenhuma graça, muito menos penitenciar-me, quero apenas testar minha confiança em mim. Vivemos a trancos e barrancos, nos policiando para não sentir isso ou chorar por aquilo. Pelo simples fato de saber que nosso inconsciente nos manda fazer algo diferente do que o lado racional. Portanto, eis o motivo das minhas novas promessas, ser racional, evitar as lágrimas, os sorrisos falsos, as atitudes inconsequentes.

"Me diz então, o que você fez, o que você fez?
Com a sua arte de sobreviver, com esse seu jeito de sobreviver?!
"

3 comentários:

*Day disse...

sheilinha,
acho que estou precisando de novas promessas também...
=/

Douglas Rodrigues disse...

eu acho que preciso de umas cervejas =)

*Day disse...

novas promessas regadas a cerveja (como diz sheilinha) rs... rodeados de bons amigos tb..
saudade disso!!!